Ocorreu um erro neste gadget

2010-07-14

* BUSCA


Welington Almeida Pinto


ENTRE UMA coisa e ela
Mesma, há um espaço lírico, uma
Inexplicável sensação que domina
O universo de meus
Sonhos interiores.

Existe qualquer coisa
Que me ignora e eu
A ignoro também.

É como se da palavra
Ao pensamento existisse
Uma estrada onde nem sempre
Transporto o que sinto
Ou penso.

Assim escrevo
Porque escrevo, como pássaro
Que canta
Porque canta.